Um dos personagens mais queridos dos quadrinhos é o Robin, o eterno parceiro de combate ao crime do Batman. E o herói juvenil irá completar 80 anos de publicação em 2020. Para comemorar, a editora DC Comics vai lançar uma revista especial de 100 páginas!

A DC Comics anunciou Robin 80th Anniversary 100-pages Super Spectacular 01, que irá reunir grandes artistas em torno do legado do personagem, com aventuras inéditas. E embora aja um foco especial no primeiro dos Robins, Dick Greyson, a coleção celebrará seu legado por meio dos outros que também usaram o manto, como Jason Todd, Tim Drake, Stephannie Brown e Damian Wayne.

A revista conta com uma bela capa assinada por Lee Weeks e no interior trará uma seleção de grandes roteiristas e desenhistas que já trabalharam com o personagem, como Marv Wolfman, Tom Grummett, Chuck Dixon, Scott McDaniel, Devin Grayson, Dan Jurgens, Norm Rapmund, Tim Seeley, Tom King e Mikel Janin, James Tynion IV, Peter J. Tomasi, Judd Winick, dentre outros.

80th Anniversary também terá uma sequência de capas variantes, distribuídas em décadas, cada qual representando por um artista atual o modo como o herói era retratado na década correspondente. A lista dos artistas e suas capas é a seguinte:

  • 1940’s variant cover by Jim Lee and Scott Williams
  • 1950’s variant cover by Julian Totino Tedesco
  • 1960’s variant cover by Dustin Nguyen
  • 1970’s variant cover by Kaare Andrews
  • 1980’s variant cover by Frank Miller
  • 1990’s variant cover by Jim Cheung
  • 2000’s variant cover by Derrick Chew
  • 2010’s variant cover by Yasmine Putri

Robin 80th Anniversary 100-pages Super Spectacular 01 chegará às comic shops dos EUA em 11 de março de 2020, que é a data oficial do aniversário do personagem. O preço será de US$ 9,99.

… mas o design é diferente em “Detective Comics 38”, com a estreia de Robin, cuja a arte já é de Jerry Robinson.

O Robin foi criado por Bob Kane, Bill Finger e Jerry Robinson, e estreou em Detective Comics 38, de 1940. O personagem foi o primeiro “parceiro mirim” dos quadrinhos e fez tanto sucesso que gerou toda uma geração de imitadores e o estabelecimento dessa categoria como uma parte importante do mundo dos super-heróis, especialmente das Eras de Ouro e Prata.

Na verdade, o Robin foi criado a mando da editoria da DC Comics para aliviar as aventuras do Batman, que eram muito violentas, sombrias e pesadas. O herói mirim foi introduzido dentro do mesmo clima por Kane (o principal idealizador do homem-morcego e seu universo), Finger (o principal roteirista) e Robinson (o principal ilustrador), mas gradativamente, as histórias foram mesmo ficando mais leves e até infantis com o passar dos anos.

Nas tramas, o jovem Dick Greyson – retratado como se tivesse uns 12 ou 13 anos de idade – é um trapezista de circo juntamente com sua família e se torna o único sobrevivente de um acidente no picadeiro. Bruce Wayne presencia o momento e, identificando-se com o sofrimento do garoto, o adota; caminho que levará Greyson a descobrir que ele é o Batman e, por fim, se tornar seu parceiro no combate ao crime.

De Robin a Asa Noturna.

Robin permaneceu como uma presença onipresente nas aventuras do Batman de 1940 até 1968, quando finalmente, a DC Comics começou a deixar o cavaleiro das trevas mais solitário e dar um espaço solo para o menino prodígio, que antes disso já tinha conquistado um pequeno espaço seu com o grupo de heróis adolescentes Jovens Titãs. Em 1980, esses foram reformados como os Novos Titãs por Marv Wolfman e George Perez, que transforaram The New Teen Titans na revista de maior sucesso da DC Comics nos anos 1980.

As tramas exploravam o amadurecimento desses jovens no fim de suas adolescências e resultaram em Dick Greyson deixando para trás a identidade de Robin e assumindo uma nova: Asa Noturna, com outro uniforme. É como Asa Noturna que Greyson permanece sendo publicado na DC desde então.

Os Robins em sentido horário: Dick Greyson, Jason Todd, Tim Drake, Damian Wayne, Stephannie Brown e Carrie Kelley.

Para preencher a lacuna, a DC Comics criou então uma segunda versão do Robin, com Jason Todd, em 1983, que terminou sendo morto pelo Coringa em uma história de 1988. Mas isto não pôs fim ao cargo e novos Robins foram se sucedendo ao longo dos anos, com Tim Drake (1990) e Stephannie Brown (2004) até chegar em Damian Wayne (2007), o primeiro filho biológico de Bruce Wayne e o quinto a usar título de Robin.

O Robin em Titans.

Atualmente, o personagem Dick Greyson é o protagonista da série de TV Titans, exibida no DC Universe (e na Netflix, no Brasil), na qual é mostrada sua passagem de Robin a Asa Noturna nas temporadas 1 e 2, enquanto o programa conta também com Jason Todd como o segundo Robin.