Ontem à noite ocorreu a premiação do 92º Academy Awards, mais conhecido como o Oscar, o prêmio de cinema da Academia de Artes e Ciência de Hollywood. E Coringa levou duas estatuetas para casa: Melhor Ator para Joaquin Phoenix e Melhor Trilha Sonora Original para Hildur Guðnadóttir. No campo de cobertura do HQRock, Vingadores – Ultimato perdeu o prêmio de Efeitos Visuais e Star Wars – A Ascensão Skywalker perdeu aquele e mais Trilha Sonora Original e Edição de Som.

Os prêmios de Coringa o fazem entrar para a história, pois é muito raro um filme do universo de super-heróis ganhar algum dos prêmios principais. Com os dois Oscars na prateleira, o filme do vilão da DC Comics se iguala ao seu primo Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008), que também ganhou duas estatuetas: Melhor Mixagem de Som e, mais importante, Melhor Ator Coadjuvante para Heath Ledger, justamente pelo papel de Coringa.

Este último detalhe põe o filme em outro tipo de marco histórico: o hall de personagens que ganharam o prêmio por mais de um ator, fato que só é igualado pelo papel de Don Vito Corleone, que ganhou o Oscar nas interpretações de Marlon Brando (O Poderoso Chefão, de 1972) e Robert DeNiro (O Poderoso Chefão – Parte II, 1974), ambos também divididos entre Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante, respectivamente.

Coringa era um dos maiores indicados da noite, com 11 categorias, mas tendo vencido duas ainda não foi o filme de super-heróis mais premiado, pois este cabe a Pantera Negra, que ganhou três Oscars em 2018: Melhor Design de Produção, Melhor Figurino e Melhor Trilha Sonora Original.

Joaquin Phoenix era o favorito ao prêmio de Melhor Ator por sua interpretação explosiva de Arthur Fleck, o Coringa do filme, e era difícil que qualquer outro lhe tomasse a estatueta. Na “temporada de premiações” deste ano, Phoenix ganhou nada menos do que 16 prêmios por seu papel, incluindo o Globo de Ouro e o prêmio do sindicato dos atores (SAG).

Em seu discurso, Phoenix mais uma vez chamou a atenção para as causas as quais defende, como a diminuição da desigualdade e o meio ambiente, em particular, a não alimentação de carne animal. Ele ainda pediu desculpas por ser uma pessoa difícil e agradeceu por ter ganho várias segundas chances em sua carreira, destacando que devemos ser mais atentos às mudanças de comportamento das pessoas. Também lembrou de seu irmão, o ator River Phoenix, que morreu de uma overdose no início dos anos 1990, citando uma letra de música que ele escreveu.

Fazendo jus a seu status alternativo, o ator não foi para a festa pós-premiação e simplesmente foi comer um hamburger vegano com a namorada, a também atriz Rooney Mara.

O Oscar de Melhor Trilha Sonora Original de Coringa para Hildur Guðnadóttir também foi histórico, pois é a primeira vez que uma mulher ganha nessa categoria e foi somente a sexta a ser indicada.

Star Wars – A Ascensão Skywalker concorria a três prêmios: Melhor Trilha Sonora Original; Melhor Edição de Som, que Ford vs, Ferrari levou; e Melhores Efeitos Visuais.

Vingadores – Ultimato concorria a somente um prêmio: Efeitos Visuais e perdeu para o drama de guerra de Sam Mendes, 1917, reforçando o desgosto da Academia com o aspecto muito digital de filmes de ação, que quase sempre perdem para outros nos quais os efeitos especiais são mais práticos e realistas.

O grande ganhador do Oscar 2020 foi o sul-coreano Parasita, que levou 4 prêmios: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Filme Internacional e Melhor Roteiro Original. Foi a primeira vez que um longa de língua estrangeira ganhou consecutivamente os dois prêmios de filme.