stan lee 2018 wizzard world conGente, o que é isso? Toda semana uma notícia trágica sobre Stan Lee? O que está acontecendo? Uma campanha difamatória da imprensa? Azar? Inferno Astral? Conspiração? O fato é que a vida do criador máximo do Universo Marvel está envolta em problemas nos últimos tempos. Agora, o respeitadíssimo The Hollywood Reporter noticia que o escritor de 95 anos de idade estaria sofrendo abuso físico e psicológico de sua única filha, Joan C. Lee! A “moça” de 67 anos estaria pressionando por modificações no testamento, solicitando grandes quantias de dinheiro e até teria agredido o pai e a mãe, quando esta ainda era viva.

Stan Lee and JC-Lee
J.C. Lee e Stan Lee, filha e pai. 

O site afirma ter tido acesso a um documento assinado por Stan Lee no ano passado, no escritório de seu então advogado, Tom Lallas, na qual acusa três pessoas ligadas proximamente a ele, Kirk Schenck (advogado de J.C. Lee), Jerry Olivarez (cuidador de Stan Lee até ano passado) e Keya Morgan (atual cuidador de Lee), de quererem controlar dinheiro e propriedades da lenda dos quadrinhos. O documento também diz que J.C. de tempos em tempos exigia mudanças no testamento do pai e que sempre solicitava grandes quantias de dinheiro para gastos em cartão de crédito.

Curiosamente, pouco após a data do documento assinado, Tom Lallas foi demitido e Stan Lee contratou toda uma nova equipe de advogados e contadores para administrar sua vida, incluindo o cuidador Keya Morgan citado no documento. Mas o THR afirma que após a notícia, Lee teria gravado um vídeo no qual diz que sua relação com a filha “nunca esteve melhor” e que teria uma “ótima relação” com Morgan.

Seria o documento uma falsificação? Uma armação? Teria algo a ver com a demissão de Lallas?

Stan Lee, Joan Lee and JC Lee
A família Lee reunida há alguns anos atrás.

Ainda assim, o THR diz que em 2014 J.C. Lee teria chegado em casa e ficado furiosa de que um carro Jaguar à disposição para ela era alugado e não de sua propriedade, o que teria lhe levado discutir e agredir a mãe, então com 92 anos, e a jogado contra uma janela; em seguida, agredindo o pai, batendo-lhe a cabeça contra uma cadeira.

É um verdadeiro conto de terror se for verdade.

O jornal foi atrás de antigos cuidadores de Lee e estes teriam confirmado que J.C. ligava várias vezes ao dia para o pai, gritando com ele e lhe pedindo mais dinheiro. No documento assinado, supostamente Lee diria que ela pedia entre 20 e 40 mil dólares a cada vez.

Todo esse horror se mistura a uma série de tragédias e infortúnios que Stan Lee sofre desde o ano passado: sua esposa morreu; sócios velhos e novos teriam lhe roubado dinheiro; quantias altas teriam sido roubadas eletronicamente de sua conta em duas ocasiões; e o escritor até foi acusado de assédio sexual contra enfermeiras. Dias atrás, o HQRock noticiou que um ex-sócio de Lee até arranjou uma enfermeira falsa para lhe extrair o sangue a pretexto de um exame para usar o DNA do artista para compor a tinta usada em revistas promocionais do Pantera Negra em um evento em Las Vegas.

Observando tudo isso, parece que a saúde mental de Stan Lee, aos 95 anos, não deve estar 100%, ao mesmo tempo que a simpatia e cordialidade do ex-escritor e editor, talvez venham acompanhadas de ingenuidade, e sem uma assessoria adequada, Lee deve estar sendo explorado por todos os lados.

Que pena. O criador de Homem-Aranha, Hulk, Thor, Homem-Formiga, Homem de Ferro, Vingadores, X-Men, Demolidor, Pantera Negra, Surfista Prateado, Quarteto Fantástico, Viúva Negra, Gavião Arqueiro, Feiticeira Escarlate, Falcão, Nick Fury e muito mais, deveria ter um fim de vida mais tranquilo.

***

Joan Celia Lee, filha de Stan Lee com Joan B. Lee, nasceu em 1950. Enquanto o pai era o editor-chefe da Marvel, a mãe havia sido modelo na juventude e também trabalhou como escritora, inclusive, com livros publicados. J.C. Lee trabalhou principalmente como modelo e atriz.