No mês passado chegou às Comic Shops dos EUA a revista Batman 50 que tinha como chamada o alardeado casamento do cavaleiro das trevas com a Mulher-Gato, numa história que chocou os leitores (não vamos dar spoilers aqui, mas quem quiser detalhes, clique aqui). Independente de qualquer coisa, a história escrita pelo romancista Tom King foi um grande sucesso: foram vendidas 440 mil unidades naquele país, quebrando recordes.

No mercado de quadrinhos dos EUA hoje, que é muito menor do que era há 20 ou 30 anos, uma edição com muito sucesso atinge cerca de 200 mil cópias. Para se ter uma ideia, Batman 50 ficou, claro, em 1° lugar do ranking do mês de julho, e o segundo lugar teve uma vendagem de quase a metade de unidades. Dentre as 10 primeiras, somente 8 tiveram vendagem de mais de 100 mil cópias.

O mês de julho é um dos mais concorridos – agosto e dezembro são outros campeões – porque se aproveita do verão (no hemisfério norte) e das férias escolares, e foi marcado por vários lançamentos especiais, como a nova Amazing Spider-Man 01, agora escrita por Nick Spencer, após quase uma década comandada por Dan Slot (agora, escrevendo o Homem de Ferro). Outro lançamento bombástico foi a nova Superman 01, que reúne a estreia do escritor sensação Brian Michael Bendis no homem de aço, ao lado do desenhista brasileiro Ivan Reis.

Entretanto, o homem do amanhã mantém a dificuldade adquirida na última década de emplacar com o público e esta revista ficou apenas na sexta colocação, atrás de lançamentos mais badalados, como o do Aranha citado e a nova Captain America 01, que traz a estreia do escritor Ta-Nehisi, que recentemente foi hiper elogiado por sua passagem na revista do Pantera Negra.

Entre o Top 5, além do casamento do Batman, a única não estreia também é da DC Comics: a sexta edição da maxissérie The Doomsday Clock, que traz o encontro da Liga da Justiça com os personagens de Watchmen.

Outra coisa a considerar entre as 10 HQs mais vendidas de julho nos EUA é o equilíbrio entre Marvel Comics e DC Comics, cada qual com cinco revistas, embora a DC leve ligeira vantagem ao obter 3 das 5 mais vendidas.

Por fim, como mercado dos EUA trabalha com encomendas, as edições futuras tanto do Batman quanto do Homem-Aranha já aparecem também no ranking, mostrando que esses sucessos irão continuar.

Segue o Top 10 completo:
1 – Batman #50 – 440 mil unidades
2 – Amazing Spider-Man #1 – 289 mil unidades
3 – Captain America #1 – 167 mil unidades
4 – Doomsday Clock #6 – 135 mil unidades
5 – Superman #1 – 133 mil unidades
6 – Catwoman #1 – 121 mil unidades
7 – Amazing Spider-Man #2 – 113 mil unidades
8 – Batman #51 – 111 mil unidades
9 – X-23 #1 – 93 mil unidades
10 – Cosmic Ghost Rider #1 – 92 mil unidades