Segundo o Collider, as extensas refilmagens que marcaram o adiamento de X-Men – Fênix Negra do ano passado para este ano foram para mudar o final do filme, tirando a batalha final do espaço para um trem. O diretor Simon Kinberg (que estreia na função após ter sido roteirista e produtor da série nos últimos 12 anos) já tinha afirmado que as mudanças eram principalmente no 3º Ato, mas sem ser muito específico.

Realmente, os trailers de Fênix Negra já mostraram várias cenas dos X-Men feitos prisioneiros por militares em um trem, enquanto são atacados por Jean Grey e, aparentemente, também pela misteriosa vilã vivida por Jessica Chastain.

O que isso significa para o filme é um mistério, mas não é um bom sinal. Fênix Negra é – até certo ponto – uma refilmagem de X-Men – O Confronto Final, longa que encerrou a primeira Trilogia dos mutantes, que mostrava Jean Grey cedendo à transformação em Fênix Negra, ficando maligna e superpoderosa; mas isto era uma trama secundária em relação a uma cura para o gene mutante que gerava uma guerra entre as facções dos X-Men e a do Magneto.

Para piorar, além de ter sido de longe o pior de todos os filmes da franquia dos mutantes, O Confronto Final teve roteiro justamente de Simon Kinberg e já tinha uma cena dos mutantes feitos prisoneiros por militares em um trem!

A Saga da Fênix Negra é a melhor e mais clássica das histórias dos X-Men nos quadrinhos (veja aqui), e sua adaptação sempre foi um sonho dos fãs. O Confronto Final passou muito longe de uma adaptação, usando apenas (ligeiramente) a premissa principal. Na história original, alguns meses após se tornar a Fênix em um acidente espacial – aparentemente similar ao que vemos no trailer do novo filme, salvando astronautas de um ônibus espacial acidentado – Jean Grey se afasta das missões da equipe para entender seus novos poderes, mas sem saber, começa a sofrer uma manipulação do vilão Mestre Mental, que a faz pensar estar tendo visões de uma vida passada, usando isso para despertar nela os pensamentos e instintos negativos que todos nós carregamos. Ao ceder à tentação, Jean se transforma na Fênix Negra, um ser amoral que só quer satisfazer seus desejos e aumentar seus poderes.

No fim, o esforço conjunto do professor Charles Xavier e de Ciclope, o namorado dela, conseguem fazer Jean reverter ao estado normal. Mas os alienígenas S’hiar (velhos aliados dos X-Men) não aceitam isso – pois a Fênix matou seis milhões de seres inteligentes ao destruir um planeta – e querem executá-la. Os X-Men saem numa batalha contra a Guarda Imperial S’hiar na lua, mas ao perceber que está cedendo de novo à dominação da Fênix, Jean se suicida.

Muita gente pensa que a alienígena vivida por Jessica Chastain pode ser Lilandra, a rainha dos S’hiar, ou então, a irmã maligna dela, Rapina. Outros que ela pode ser a Rainha Skrull, os mesmos aliens verdes que já apareceram em Capitã Marvel – pois a Fox que detinha os direitos do universo mutante nos cinemas e a própria Marvel compartilhavam os direitos dos aliens transmorfos. Também é possível que Chastain seja apenas uma manifestação física da própria Fênix, que nos quadrinhos já foi tratada como uma entidade separada de Jean Grey, que domina seu corpo e sua mente.

De qualquer modo, os trailers dão a entender que a vilã de Chastain irá cumprir o papel que foi do Mestre Mental nos quadrinhos, usando a persuasão para fazer Jean Grey ceder ao descontrole da Fênix. Mas o que ela ganha com isso?

Dito por alto – pois não sabemos os detalhes – uma batalha final no espaço estaria mais conectado à trama original das HQs, do que o tal do final no trem. Resta apenas esperar pelo lançamento e ver o que Simon Kinberg nos entrega.

X-Men – Fênix Negra será o último filme dos mutantes da Marvel sob o domínio da 20th Century Fox, que foi comprada pela Disney, que é a empresa-mãe da Marvel, o que coloca os heróis no bolso do Marvel Studios para usá-los juntos aos Vingadores. Porém, com Vingadores – Ultimato recém lançado nos cinemas e a Marvel já tocando a Fase 4 de seus filmes, irá demorar muito até que os X-Men regressem aos cinemas depois disso.