Há alguns meses atrás, o HQRock noticiou que os Beatles haviam voltado com força às paradas de sucesso dos EUA por causa do lançamento do filme Yesterday, de Danny Boyle, que imagina um mundo no qual o quarteto de Liverpool não existe, mas um único músico lembra da existência da banda. Pois John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr continuam a aprontar das suas: com o relançamento de Abbey Road, em comemoração de seus 50 anos em uma coleção especial, os Beatles simplesmente voltaram ao primeiro lugar das paradas britânicas. E bateram mais um recorde.

A BBC noticiou o fato, assim como a própria Official Albuns Charts: com a volta de Abbey Road ao N.º 1 das paradas desta semana do dia 04 de outubro de 2019, os Beatles batem o recorde de maior intervalo no retorno de um álbum ao primeiro lugar, com 49 anos e 252 dias!

E mais! O recorde anterior era dos próprios Beatles, quando em 2017 fizeram o relançamento especial do álbum Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band, que voltou ao N.º 1 das paradas após 49 anos e 125 dias.

Os Beatles tomam o primeiro lugar das paradas britânicas do cantor Liam Gallagher (ex-Oasis) – e fã assumidíssimo do quarteto de Liverpool e de John Lennon em particular – que tinha chegado ao N.º 1 na semana passada com seu segundo álbum solo, Why Me? Why Not.

Vale destacar que o título do álbum de Gallagher é o nome de um quadro desenhado pelo próprio John Lennon que o músico adquiriu num leilão e que, no encarte do disco, Lennon é creditado como “inspiração”. “Nosso garoto” Liam não deve ter se incomodado com o fato de perder o posto e cair à segunda posição. (Além do mais, como Abbey Road é um relançamento, a tendência é que caia rápido nas paradas e Why Me? Why Not volte ao número 1).

O Album Charts britânico desta semana é recheado com Lewis Capaldi com Divinily Uninspired to a Hellish Extent (3º), Ed Sheeran com N° 6 Collaboration Project (6º), Taylor Swift com Lover (9º) e a trilha sonora de Bohemian Rhapsody do Queen (10º). Outra banda de rock que lançou um álbum recentemente, o Keane, aparece em 11º com Cause and Effect.

Os Beatles ainda aparecem outras vezes no Top 100 britânico, com a coletânea 1 (de 2000) em 28º lugar, Sgt. Peppers (1967) em 69º lugar, a coletânea The Beatles: 1967-1970 em 72º lugar e o Álbum Branco (The Beatles, de 1968) em 94º lugar.

O rock está pouco presente no Top 20, mas aparece bem mais no restante do Top 100, embora, infelizmente, na maior parte em coletâneas ou em medalhões de clássicos do passado, com pouca coisa recente. Em destaque, podemos citar o Fleetwood Mac com a coletânea Don’t Stop: 50 Years em 15º, a coletânea Diamonds de Elton John em 21º, The Platinium Collection do Queen em 23º, o álbum de linha Rumours do Fleetwood Mac em 27º, Times Flies 1994-2009 do Oasis em 39º, o álbum de linha What’s the Story? (Morning Glory) do Oasis em 49º, a coletânea Legacy de David Bowie em 56º, o álbum AM do Arctic Monkeys em 64º, e da mesma banda Whatever People Say I Am That’s What I Not em 78º, Greatest Hits do Green Day em 80º, Greatest Hits do Foo Fighters em 81º e Greatest Hits do Red Hot Chili Peppers em 85º.

O feito dos Beatles, entretanto, não se repetiu – pelo menos não ainda – nos Estados Unidos. A parada da Billboard, a principal desse país, lista Abbey Road ainda na 71ª posição nesta semana, com o álbum vindo ainda atrás da coletânea 1, que está na 68ª posição. E são os únicos álbuns dos Beatles no Top 100.

Formado em Liverpool, na Inglaterra, por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr, os Beatles estrearam em disco em 1962 e se transformaram na banda mais importante, de maior sucesso e influência do século XX, pautados principalmente nas composições da dupla Lennon & McCartney (embora, com o tempo, Harrison também emergiu como um compositor importante); e encerraram as atividades definitivamente em 1970, nunca ocorrendo uma reunião. Todos os quatro saíram em carreiras solo de sucesso, com Lennon sendo assassinado por um fã com distúrbios mentais em 1980, e Harrison sucumbindo a um câncer em 2001. Starr e, principalmente, McCartney mantêm carreiras ativas na atualidade.

Saiba tudo sobre o álbum Abbey Road neste Dossiê Especial do HQRock.

Conheça a Discografia Completa dos Beatles clicando aqui.