A coisa tá tomando novas proporções! Segundo o The Hollywood Reporter, o ator Jared Leto voltará à pele do Coringa para uma aparição na Liga da Justiça de Zack Snyder, que será lançada na HBO Max.

Não se sabe qual será o tamanho ou importância dessa volta do Coringa em Liga da Justiça, mas definitivamente, o vilão não estava na versão original do filme.

Isso tem algumas implicações… O THR nota que, aparentemente, Snyder abandonou os planos de fazer apenas o “fechamento” de seu filme com algumas cenas e partiu para uma nova abordagem, na qual está adicionando novas tramas ao filme, que terá uma versão de 4 horas de duração.

O fato é que Snyder conseguiu negociar com a Warner Bros. um orçamento bem maior do que o estúdio estava inicialmente disposto a lhe dar para finalizar o longa: de meros US$ 10 milhões o valor saltou para US$ 70 milhões, que por si só é o custo de um filme como Deadpool. Mas são tempos de Covid-19 e pandemia, sem lançamentos nos cinemas. Então, ter um produto “novo” no ano que vem é um luxo à esta altura.

Com o dinheiro nas mãos, Snyder vai poder não somente terminar os efeitos especiais das cenas não finalizadas, como também usar os atores do DCU para gravar novas cenas. E com isso adicionar novas tramas?

O fato também é que nunca existiu uma Snyder Cut ao contrário do que o cineasta gostava de clamar e seus fãs acreditarem: Snyder e o roteirista Chris Terrio criaram uma história mirabolante para 2 filmes, incluindo viagens no tempo ao estilo do que Vingadores – Ultimato usou depois. Mas a Warner não topou o desafio e a dupla teve que resumir tudo para um filme só, que é o que foi filmado. Mas foi filmado no estilo Snyder, com muitas sobras que renderiam um longa de umas 3 horas ou 3h e meia e não somente as 2h20 padrões de um blockbuster.

Quando Snyder foi demitido após a Warner considerar o filme inassistível e Joss Whedon foi contratado para refazê-lo, este reestruturou tudo e chegou-se à versão que vimos no cinema. Mas nunca ficou muito claro quanto do original foi mantido.

Então, o que Snyder está fazendo agora, com o filme que virou uma minissérie? Está simplesmente resgatando o corte que idealizou na segunda tentativa e foi sacado fora? Ou está tentando criar um híbrido do que era a ideal original nunca filmada e o que ele filmou?

Apostaríamos nessa segunda.

Isso porque a trama original de Liga da Justiça traria – como vimos na versão dos cinemas – o grupo formado para lutar contra o Lobo da Estepe, o capacho de Darkseid, mas o grande vilão (erroneamente) ficou guardado para o segundo filme que Snyder jamais fará, devido a ter sido demitido em 2017. Whedon não tinha tempo hábil para acrescentar Darkseid e o vilão é apenas mencionado de leve na versão dos cinemas.

Fazer uma Snyder Cut para a HBO Max que, tal qual aquela que Snyder filmou (pensando que faria um segundo depois) apenas criando expectativa em cima de uma aparição de Darkseid que nunca acontece e fica guardada para a sequência que não existirá seria muito frustrante. Os fãs ficariam completamente chateados com isso.

Banner da Liga da Justiça contra Darkseid na arte de Jim Lee.

Então, a aposta do HQRock é que Snyder está aproveitando a oportunidade para acrescentar alguns elementos ao filme de modo que – ainda que seja possível que o Lobo da Estepe ainda apareça de algum modo – o vilão principal do longa seja Darkseid. Provavelmente, está trocando os arquivos digitais para que a luta final da equipe de Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Flash e Ciborgue seja contra o líder de Apokolips, o terror dos Novos Deuses, o senhor da Força Ômega, o buscador da Equação Anti-Vida, o guardião das Caixas Maternas, Darkseid.

Sem dúvidas, isso será muito mais digno!

Não se sabe como Snyder irá materializar isso, contudo. Mas ele deve ter um plano.

Isso porque o THR também reforça o que já foi noticiado – inclusive, pelo HQRock – de que não é todo o elenco de Liga da Justiça que está disponível para as refilmagens que estão acontecendo neste exato momento em Los Angeles.

JUSTICE LEAGUE (2017) (L-r) EZRA MILLER as The Flash, BEN AFFLECK as Batman and GAL GADOT as Wonder Woman Credit: Clay Enos/ ™ & © DC Comics/Warner Bros.

O site diz que Ben Affleck (Batman), Ray Fisher (Ciborgue) e Amber Head (Mera) estão gravando suas novas cenas, agora, somados a Jared Leto (Coringa). Mas Henry Cavill (Superman) já disse numa entrevista (leia aqui) que não irá participar das refilmagens; e Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Ezra Miller (Flash) e Jason Momoa (Aquaman) estão bastante ocupados gravando Red Notice, Animais Fantásticos 3 e a segunda temporada de See, respectivamente.

Por fim, para fechar onde começamos, Snyder tinha até dado uma pista de que o Coringa iria aparecer na nova versão do filme: no teaser trailer lançado na divulgação de que veríamos o novo filme, aparecia uma cena de destruição e uma carta do Coringa discretamente voava ao ar.

Seria uma oportunidade interessante ver uma abordagem melhor realizada de Leto como o Coringa, pois Esquadrão Suicida falhou miseravelmente nisso. Mas a culpa não foi do ator, mas das decisões criativas do diretor David Ayer e da Warner que – agora sabemos – mutilou o filme ostensivamente. Aja agora luta para ter sua Ayer Cut.

Batman grava cena que está no trailer de Esquadrão Suicida.

E também talvez seja a oportunidade de finalmente vermos o Batman de Ben Affleck frente a frente com o Coringa de Jared Leto, pois embora uma perseguição entre os dois personagens seja mostrada em Esquadrão Suicida, nunca herói e vilão ficam realmente cara a cara no filme.

Liga da Justiça – Versão Do Diretor (este parece ser o título oficial do filme até agora) será lançado numa versão com 4 horas de duração e estruturado como uma minissérie em 4 capítulos no HBO Max em algum momento de 2021. Não há uma data de estreia definida.