the eternals comics posterO The Hollywood Reporter divulgou que a diretora Chloe Zhao (vinda do cinema indie, com The Rider e Songs My Brother Taught Me) foi escolhida para comandar Os Eternos, filme do Marvel Studios que irá adaptar a HQ criada por Jack Kirby nos anos 1970.

chloe zhao and the eternals cover
Chloe Zhao ao lado de trecho da capa da primeira revista dos Eternos. 

O THR diz que Zhao foi uma das candidatas a dirigir o filme solo da Viúva Negra e que impressionou suficientemente os executivos da Marvel para apresentá-la ao projeto dos Eternos.

O roteiro de The Eternals é de autoria de Matthew e Ryan Firpo e o site informa que a trama focará na dupla Ikaris e Sersi tendo que lidar com os vilanescos Deviantes.

the eternals 01 1976 cover
Capa de The Eternals 01, de 1976, por Jack Kirby.

Jack Kirby criou os Eternos em 1976 para, de certa forma, continuar a explorar os temas mitológicos e cósmicos que desenvolveu nos Novos Deuses da DC Comics. O artista que criou o Universo Marvel ao lado de Stan Lee (das mãos da dupla vieram Thor, Hulk, Vingadores, X-Men, Pantera Negra, Homem-Formiga, Nick Fury, Quarteto Fantástico, Surfista Prateado; e Kirby ainda contribuiu de modo incisivo na criação de Homem de Ferro, Demolidor e até o Homem-Aranha; além disso, Kirby criara o Capitão América – ao lado de Joe Simon – em 1941 – e foi o principal responsável por trazê-lo de volta nas histórias dos Vingadores a partir de 1964, quando passou a desenhar suas histórias solo, também) tinha se demitido da Marvel em 1970, insatisfeito com a política de royalties da editora; e migrou para a concorrente DC Comics, onde criou o Quarto Mundo com as histórias dos Novos Deuses, na qual duas raças de seres mitológicos travavam batalhas cósmicas que iriam se refletir na Terra.

jack kirby drawining in the 80s
Jack Kirby trabalha nos anos 1980: cocriador do Universo Marvel. 

Como os conceitos complexos e não-ortodoxos de Kirby não fizeram muito sucesso na Distinta Concorrente, o artista terminou sendo chamado de volta à Casa das Ideias, com maior salário, melhores royalties e ainda liberdade criativa total: iria escrever, desenhar e editar as suas próprias revistas. Assim, Kirby assumiu as histórias do Capitão América e do Pantera Negra – duas de suas criações favoritas – criou coisas novas como os Eternos e ainda fez capas para dezenas de revistas nas quais não desenhava as aventuras, como Vingadores e Invasores.

the eternals on the court
Os Eternos na poderosa e expressiva arte de Jack Kirby.

Na trama dos Eternos, estes são na verdade fruto de uma experiência científica dos Celestiais uma raça superpoderosa de alienígenas gigantes (que são citados no filme Guardiões da Galáxia) que alteram o DNA de humanos primitivos no passado distante e criam duas raças distintas: os Eternos e os Deviantes, ambos dotados de força e poderes incríveis. Ambas vivem em segredo na Terra, mas a guerra entre eles eclode novamente nos dias atuais.

the eternals (detals) by jackkirbyKirby pensou Os Eternos como uma saga com início, meio e fim, mas lançou apenas 19 edições (e um especial anual) entre 1976 e 1978, quando a revista foi cancelada. Como a trama ficou inacabada, a Marvel aproveitou para dar um fechamento à saga na revista do Thor, entre os números 129 e 131 (mais um anual especial), com roteiros de Roy Thomas (e de Mark Gruenwald no anual) e desenhos de John Buscema.

the eternals 02 mini series art by walt simonson
Os Eternos na arte de Walt Simonson.

Os personagens continuaram a aparecer esporadicamente no Universo Marvel, mas os Eternos ganharam uma maxissérie em 12 edições com roteiros de Peter B. Gillis (e Walt Simonson nas últimas quatro edições) e desenhos de Sal Buscema, entre 1985 e 1986; e nos anos 1990, se tornaram coadjuvantes das aventuras dos Vingadores, na fase escrita por Bob Harras e desenhada por Steve Epting, quando a eterna Sersi inclusive se tornou membro da equipe.

the eternals by john romita jr
Os Eternos na arte de John Romita Jr.

Em tempos mais recentes, os Eternos ganharam uma estupenda minissérie em 7 edições em 2006, escrita por Neil Gaiman e desenhada por John Romita Jr.; e ganharam até uma nova revista mensal em 2008, por Charles e Daniel Knaufs (texto) e Daniel Acuña (arte), mas que durou apenas 9 edições.

Não está claro como os Eternos se encaixam dentro do cronograma do Marvel Studios, mas é muito provável que este venha a substituir Guardiões da Galáxia Vol. 3 (que perdeu seu diretor, James Gunn e está – até segunda ordem – cancelado), o que lhe garantiria iniciar a produção em breve visando um lançamento em 2020.